MR - HBI

Qualidade - Design - Meio Ambiente

Mais resistente que o Carvalho, resistente como Teka
As madeiras dos paises nórticos, por exemplo pinho, vindo de florestas sustentáveis, estão disponíveis em grandes quantidades e a preços acessiveis.
Contribuiem para um uso importante, adequado e duradouro dos recursos.
Uma nova tecnologia “Belmadur” iniciada pela BASF, torna a madeira nórdica como o pinho mais dura do que o carvalho. Uma tecnologia simples quanto inovativa.
Mais resistente

Em primeiro lugar a solução de Belmadur é introduzida sob alta pressão na madeira.

De modo a poder penetrar nas células internas é removido o ar da estrutura da célula por vácuo. Durante o processo de secagem a 100º as fibras da celulose da madeira embebida une-se á estrutura .O resultado é um aumento da resistência: dureza, estabilidade e durabilidade . Além disso o pinho modificado fica praticamente livre de resina.

Nas portas e janelas a estabilidade estrutural reforçada não só fornece um melhoramento da funcionalidade como tambem a madeira trabalha menos e a pintura mantem-se claramente por muito mais tempo.

Mesmo assim a madeira pinho Belmadur “respira” como madeira não tratada, recebendo humidade e libertando-a quando necessário . A aparência e óptica não se alteram.

Originalmente desenvolvida para a industria texteis, para dispensar o uso de passar a roupa a ferro, a technologia de entrelaçamento não trás perigo para a saúde.

Com tecnologias especiais, o pinho modificado é mesmo possível reduzir emissões a um mínimo e assim evitar perigos para os usuários. Todas as emissões, os VOC ( Volatile Organic Compounds) são mesmo menores do que no pinho natural, durante o processo da modificação estes materiais são parcialmente removidos. Não existe nenhum efeito negativo perante peças da janela como os encaixes, vernizes, esmaltes, vidros, productos isolantes ou colas.

Se desejado pode receber o pinho “Belmadur” também com o certificado PEFC ou FSC.